doe sangue novembro


Saúde: Quiropraxia é perigoso?

Quiropraxia é perigoso?

Afinal, o tratamento com quiropraxia é perigoso? Essa é uma dúvida muito comum em pacientes que não conhecem a técnica e estão começando um programa de tratamento via quiropraxia.

O fato é que a quiropraxia possui poucas contraindicações e perigos, a maioria deles leves e fáceis de lidar. É importante sempre ressaltar que se você quer resultados em seu tratamento com quiropraxia, é imprescindível que você esteja amparado por profissionais experientes e atuantes na área.

VEJA MAIS

BR-364: Corpo de homem sequestrado na frente da filha é localizado com sacola na cabeça, as mãos e pés amarradas

Filho de advogados morre após sofrer choque elétrico enquanto limpava placa solar no telhado de casa, em RO

Engasgado com chiclete, garotinho de 04 anos de São Felipe morre no hospital de Colorado do Oeste

Corpo de jovem assassinado na saída de ‘haras’ em Vilhena é transladado para Minas Gerais; site fala em crime passional

Mulher desaparece após pular no Rio Madeira, em Porto Velho

Neste artigo, você verá quais as principais contra-indicações para o tratamento com quiropraxia, quais as patologias e lesões que ela é mais indicada e como encontrar uma clínica profissional para iniciar sua recuperação da maneira correta.

Como é a terapia com quiropraxia?

A quiropraxia utiliza do manuseio corporal para combater e tratar alterações relacionadas e interligados ao nosso sistema nervoso, muscular e vertebral, tais como:

  • Problemas articulares;
  • Problemas nos nervos;
  • Problemas nos músculos;
  • Problemas nas vértebras;
  • Problemas nos tendões.

Em outras palavras, a quiropraxia busca evitar o uso de medicamentos e, quando possível, a intervenção cirúrgica. Trata-se de um tratamento que pode ser utilizado como terapia complementar ou central para problemas como:

  • Osteoartrite;
  • Enxaqueca;
  • Dor nas costas;
  • Dor nos ombros;
  • Dor no pescoço;
  • Dor na lombar;
  • Hérnia de disco.

A quiropraxia é perigosa e é contraindicada?

Como dissemos, o tratamento com quiropraxia não é perigoso e suas contraindicações são mínimas. A terapia é indicada para pessoas de todas as idades, inclusive para gestantes e bebês. Entretanto, é importante ressaltar que pacientes com algumas condições não devem realizar o tratamento, tais como:

  • Pessoas com histórico de cirurgia na coluna;
  • Quem sofre com infecções ósseas;
  • Pessoas com espondilite anquilosante;
  • Quem tem risco elevado de AVC;
  • Pessoas com fraturas;
  • Quem tem instabilidades na medula espinhal;
  • Pessoas com tumores malignos;
  • Quem sofre com osteoporose severa;

De forma geral, as complicações são provenientes de uma má avaliação profissional ou de uma falta de capacitação do próprio profissional. Nesses casos, pode acontecer de um paciente contraindicado começar o tratamento.

Em decorrência disso, mais raramente, podem ocorrer obstruções parciais ou completas das artérias vertebrais, comprimindo a região, por exemplo. Além disso, existem outros tipos de complicações que podem acontecer quando a terapia não é indicada corretamente:

  • Problemas cervicais, como acidentes vertebrobasilares, síndrome de Horner, paralisia do diafragma, mielopatia, entre outros;
  • Problemas neurológicos, como um AVC;
  • Complicações torácicas, como é o caso da fratura de costela e diástase costocondral;
  • Complicações lombares, como o aumento dos sintomas neurológicos decorrentes de lesão discal, síndrome da cauda equina e herniação discal lombar.

Como encontrar um bom profissional de quiropraxia?

É muito importante entender como identificar um bom profissional de quiropraxia, que tenha coerência em relação à teoria e à prática. Afinal, os livros e cursos ensinam conteúdos importantes, mas é necessário ser experiente e preciso na hora de realizar as manobras que a quiropraxia tem como base para o tratamento. Portanto, procure sempre por uma pessoa que seja conhecida por ter uma boa prática e seja capaz de realizar, de fato, um trabalho eficiente, nós recomendamos a Clínica Trindade.

Para fazer uma boa escolha, é indicado sempre pesquisar bastante. Utilize a internet para se informar não só sobre os profissionais, mas também sobre a prática. Assim, você saberá exatamente o que está procurando e o que esperar nas primeiras sessões e consultas.

Um bom profissional é aquele que consegue analisar a situação de cada caso concreto, definindo um programa de tratamento adequado. De maneira geral, os programas variam entre 6 a 15 sessões, e o paciente começa a enxergar os efeitos entre 2 e 3 semanas de iniciado.

Para escolher uma boa clínica de quiropraxia, como a Clínica Trindade, é importante sempre pesquisar bastante e buscar, na opinião de usuários antigos ou atuais, boas recomendações sobre o espaço.

Depois, você pode visitar o local e observar o ambiente. Confira se as instalações são higienizadas, se o local é limpo e devidamente confortável. Uma preocupação com o cliente desde a sala de espera é fundamental para demonstrar que os responsáveis pela clínica estão preocupados com o bem-estar geral.

Por fim, lembre-se sempre de conversar com todos e tirar as suas dúvidas sobre o tratamento e outros assuntos pertinentes. Uma boa clínica é aquela que atende o seu cliente de modo humanizado e não o deixa com questões pendentes ao voltar para casa.