doe sangue novembro


Rondônia: Corpo de ‘Wolverine’ enrolado em lona é encontrado jogado na frente de terreno

Corpo de ‘Wolverine’ enrolado em lona

O corpo de Adriano Castro de Souza, 29, conhecido como “Wolverine’ foi encontrado no final da
manhã deste sábado (21) enrolado em uma lona preta e jogado na frente de um terreno baldio
na Rua Zenilos Nascimento, próximo a Rua Beira Sul, bairro Três Marias, na zona Leste de Porto
Velho (RO).

A reportagem apurou com testemunhas que na noite de ontem (20) o homem teria sido visto
consumindo bebida álcoolica e outras drogas com viciados na região da rua Beira Sul.

Em determinado momento da bebedeira, ele teria entrado em discussão com pelo menos dois
acusados e acabou sendo morto com mais de 20 golpes de faca e chave de fenda. Ele teve a
orelha esquerda arrancada durante a brutalidade.

LEIA MAIS

‘Menor Barata’ é executado com quase 30 tiros em RO

Interior de RO: Estudante de História da Unir é assassinado: um gigante com coração de criança

‘Em brig4 de marido e mulher se mete a colher?’: professora apanh4 do companheiro no meio da rua; veja

Trágico: Idoso morre eletrocutado após basculante de caminhão encostar na rede elétrica 

Trágico: Cantor sertanejo, foi morto por engano diz delegado

Casal é flagrado fazendo fortes emoções em frente a Catedral; Vídeo

Após o assassinato, os acusados enrolaram o corpo em uma lona, colocaram em um carrinho de
mão e desovaram na Rua Zenilos Nascimento que fica nas proximidades.

Agentes da 2º Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DERCCV) estão apurando o
caso. Adriano possuía passagens no sistema penitenciário.

Em determinado momento da bebedeira, ele teria entrado em discussão com pelo menos dois
acusados e acabou sendo morto com mais de 20 golpes de faca e chave de fenda. Ele teve a
orelha esquerda arrancada durante a brutalidade.

Após o assassinato, os acusados enrolaram o corpo em uma lona, colocaram em um carrinho de
mão e desovaram na Rua Zenilos Nascimento que fica nas proximidades.

Agentes da 2º Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DERCCV) estão apurando o
caso. Adriano possuía passagens no sistema penitenciário.

Fonte: rondoniaovivo