doe sangue novembro


URGENTE! Homens mortos haviam sido absolvidos de homicídio seguido de tentativa em Cabixi

O duplo homicídio foi registrado na manhã deste domingo, 15 de Janeiro, em uma residência da rua 1.507, no bairro Cristo Rei, setor 15, em Vilhena.

De acordo com o apurado, a Central de Operações da Polícia Militar foi acionada pelo pai de uma das vítimas, a qual relatou que na noite de sábado, 14, por volta das 21 horas, homens encapuzados invadiram a residência, ocasião em que ele conseguiu se esconder no banheiro.

Os homens teriam efetuado vários disparos, que resultaram na morte de Leandro Duarte de Oliveira, de 34 anos, filho do idoso, e Diego Gleik de Brito, de 31 anos.

LEIA MAIS

Trágico: Cantor sertanejo, foi morto por engano diz delegado

Casal é flagrado fazendo fortes emoções em frente a Catedral; Vídeo

Saúde: Quiropraxia é perigoso?

Rondônia: Empresário morre após grave colisão frontal na BR-364

Após o crime, os homicidas evadiram-se do local, porém, o idoso ficou em estado de choque e passou mal, sendo que conseguiu acionar a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militares apenas na manhã deste domingo, 15.

Os óbitos foram constatados e a área passou por perícia criminal da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e os cadáveres liberados para funerária Dom Bosco e devem passar por exames de necropsia por parte do Instituto Médico Legal (IML), para daí sim, serem velados e sepultados.

Vítimas haviam sido absolvidas de morte cruel e tentativa em Cabixi:

No ano de 2022, Leandro e Diego foram submetidos a Juri Popular em Colorado do Oeste/RO, acusados de terem assassinado com requintes de crueldade o pedreiro Edilson Pereira da Costa, de 32 anos, e deixado o irmão da vítima, de 40 anos, em estado grave, com vísceras expostas, após ataque à facadas.

Na ocasião, ambos foram levados à Juri Popular na cidade de Colorado do Oeste, e acabaram absolvidos das acusações, uma vez que os advogados afirmaram que estes agiram em legitima defesa.

Desde então, Leandro e Diego passaram a receber ameaças de morte, por parte do sobrevivente e devido a isto, decidiram se mudar para a cidade de Vilhena/RO.

A Polícia Civil agora, trabalha com a hipótese de crime encomendado e investiga toda a situação, para descobrir a real autoria e motivação do duplo homicídio. Contudo, até o momento, todos os fatos apontam o sobrevivente de Cabixi, como mandante deste crime.

A reportagem segue acompanhando todo o caso.

Fonte: ROTA POLICIAL NEWS