doe sangue novembro


Nos pênaltis, Brasil é eliminado da Copa do Mundo pela Croácia

O Brasil está eliminado da Copa do Mundo do Qatar 2022. A seleção perdeu para a Croácia nos pênaltis após empate em 1 a 1 na prorrogação na tarde de hoje (9), no estádio Cidade da Educação. Os gols foram marcados por Neymar e Petkovic, ambos já na prorrogação.

A decisão foi para os pênaltis e, na primeira cobrança, Rodrygo parou em Livakovic. A Croácia seguiu sem perder nenhuma cobrança. Na quarta batida, Marquinhos acertou a trave e mandou o Brasil pra casa.

Croácia x Brasil – Arte/CNN

A derrota representou a continuidade de um jejum que já dura desde a Copa de 2002: o Brasil não consegue passar por adversários europeus nas quartas de final do Mundial. A seleção caiu para a Holanda em 2006, para a França em 2010 e para a Bélgica em 2018.

A partida foi bastante disputada, com a Croácia dando poucos espaços para o Brasil e conseguindo sair na criação de jogadas, sobretudo pelo lado direito com Juranovic ou com Modric recuando para armar. O Brasil encontrou poucos espaços e parou no goleiro Livakovic ao longo dos 90 minutos.

LEIA MAIS

Sobrinha de 15 anos mata o tio que ‘bateu na irmã’ durante discussão em Jaru

Mecânico que havia desaparecido volta para casa em Vilhena; “fui fazer um socorro” fora da cidade e dormi no carro

Professor morre atropelado no eixo do Anel Viário no momento que voltava da escola

Acidente envolvendo ônibus da Eucatur deixa um morto e dez feridos; veja o vídeo

Na prorrogação, brilhou a genialidade do craque do time: Neymar tabelou duas vezes, invadiu a área, driblou o goleiro e marcou o gol do 1 a 0 no fim do primeiro tempo da prorrogação. A Croácia seguiu lutando e empatou perto do fim da segunda etapa da prorrogação: Petkovic finalizou em cruzamento de Orsic, a bola desviou no joelho de Marquinhos e matou Alisson.

Com o resultado, a Croácia avançou para a semifinal da Copa do Mundo do Qatar 2022 e terá pela frente o vencedor entre Argentina e Holanda, que se enfrentam hoje (9), às 16h. Os croatas voltam a campo na próxima terça-feira (13), às 16h.

Muita dificuldade

Jogadores da Croácia comemoram gol sobre o Brasil na Copa – Imagem: GABRIEL BOUYS / AFP

O primeiro tempo do Brasil foi aquém do esperado. A Croácia teve domínio no meio-campo, dividiu a posse de bola e cedeu poucos espaços ao time de Tite. Em compensação, o goleiro Alisson também não trabalhou na etapa inicial.

O Brasil teve Casemiro abaixo do desempenho ideal. Em contrapartida, Modric brilhou pela Croácia e ditou o ritmo. O jogador do Real Madrid recuou para buscar a bola e abriu terreno para os croatas.

Vini Jr foi o melhor do Brasil e travou duelo pessoal com Juranovic, lateral-direito da Croácia. Juranovic tentou segurar Vini indo muito ao fundo, mas o atacante ganhou alguns embates individuais e foi a válvula de escape.

Goleiro salva

O Brasil voltou num ritmo melhor para a etapa final. No primeiro minuto, Gvardiol desviou contra um cruzamento de Raphinha e obrigou Livakovic a fazer grande defesa. Aos 3, Neymar parou na defesa e Vini Jr em Livakovic. Na origem da jogada, Juranovic tocou com o braço na bola, mas o lance foi invalidado e o pênalti não foi marcado.

No minuto 9, Richarlison fez boa jogada individual e deixou Neymar na cara do gol, mas o camisa 10 parou de novo no goleiro Livakovic. Tite trocou os pontas e colocou Antony e Rodrygo para as saídas de Raphinha e Vini Jr e o Brasil seguiu em cima. Aos 20, Lucas Paquetá aproveitou erro da defesa e outra vez Livakovic fez milagre.

Com 30 jogados, nova oportunidade clara para o Brasil com Neymar, que parou no paredão Livakovic após bom passe de Rodrygo. Aos 35, Rodrygo serviu o sumido Paquetá, mas o chute foi no meio. No fim, a seleção tentou, mas 0 a 0 persistiu. E a Croácia terminou o tempo regulamentar com mais posse de bola (44 x 42%). E foi para a quinta prorrogação nos últimos seis jogos eliminatórios de Copa.

Fonte: Gabriel Carneiro, Igor Siqueira, Danilo Lavieri e Pedro Lopes do UOL, em Doha (Qatar)