PREVENÇÃO E COMBATE (COMPLEMENTAR) novembro

doe sangue novembro


Uso de máscaras deixa de ser obrigatório em Rondônia; veja ponto a ponto do decreto

O Governo de Rondônia publicou nesta segunda-feira (14) o decreto n° 26.970 em que desobriga o uso de máscaras em ambientes externos e internos no estado. O documento dispensa ainda a prévia comprovação de vacinação para entrada e permanência em estabelecimentos públicos e privados.

LEIA MAIS

Acidente em trecho da BR 174 deixa quatro mortos: duas mulheres e crianças de 3 e 6 anos

Viúva e amante se encontram em enterro e “quebra pau come” no cemitério; veja vídeo

“Ele ainda pediu pra Deus perdoar o filho dele”, disse mulher que viu homem sendo morto pelo caçula

Pai surta, mata as três filhas com vários tiros e comete suicídio em uma igreja

Trágico acidente em RO: Motociclista morre após sofrer queda na BR-364

Marido é flagrado com amante na praia pela esposa; veja o vídeo

A desobrigação do uso de máscaras foi anunciada na última semana pelo governador Coronel Marcos Rocha, durante coletiva à imprensa.

Ponto a ponto do que muda agora:

  • O decreto torna facultativo em todos os ambientes sem limitação de pessoas, o uso de máscara facial. Mas nos casos de suspeita de gripe, ou apresentação de qualquer sintoma, será necessário o uso de máscara tanto para ambientes internos quanto externos,
  • O texto permite a realização de todas as modalidades de eventos, sem limitação de capacidade e sem restrição de horário,
  • Também dispensa para os moradores de Rondônia a prévia comprovação de vacinação contra a Covid-19, para entrada e permanência em estabelecimentos públicos e privados,
  • No caso de visitas e o acesso a estabelecimentos penais estaduais, de saúde e instituições asilares, a população deve seguir e respeitar a orientação sanitária dos gestores de suas respectivas pastas.

O documento argumenta que a desobrigação aconteceu considerando a redução de casos de Covid-19 no estado e o quantitativo de rondonienses vacinados contra a doença.

Segundo o decreto, a quantidade de rondonienses que tomaram a 1ª dose chegou a 75,43% da população. Já 64,10% receberam a 2ª dose ou dose única.

Caso o estado apresente aumento do número de casos e mortes pela doença, as medidas poderão ser revistas. Essa situação permanece sob análise do Comitê Interinstitucional de Prevenção, Verificação e Monitoramento dos Impactos da Covid-19.

fonte g1 ro

doação de sangue

Fonte: Conexão Rondônia