doe sangue novembro


Garota que já morou em Espigão do Oeste é encontrada morta amordaçada e sem roupas, em Colniza

Garota

Mais um crime sem precedentes contra uma mulher foi registrado na cidade de Colniza, Mato Grosso, nesta quarta-feira, dia 28 de dezembro.

Uma jovem Robertha Holander, apenas 21 anos de idade que havia desaparecido após sair do trabalho em uma conveniência na madrugada do dia 27 de dezembro foi encontrada morta violentamente por volta das 13h.

O corpo dela foi encontrado próximo ao Rio Posto Fiscal e a Rodovia 418, por um senhor que disse a polícia militar que havia ido ao local buscar galhos de madeira para fazer um cabo de enxada quando se deparou com o corpo da vítima.

LEIA MAIS

De São Francisco do Guaporé e Ariquemes, Polícia Federal identifica dois homens acusados de tentar invadir sede da PF em Brasília

Jovem queimada em explosão de churrasqueira segue internada na UTI em RO

Incêndio destrói Loja da Havan de Vitória da Conquista; veja os vídeos

Segundo informações apuradas, o corpo estava completamente despido, com sinais de degolamento e duas perfurações de arma branca (faca) nas costas.

A Polícia Judiciária Civil foi acionada e o local foi isolado para o exame de local de crime.

A vítima Roberta Holander, foi vista com vida pela última vez na madrugada do dia 27 de dezembro quando saiu de uma loja de conveniência onde trabalhava, dizendo aos amigos que iria para sua residência na Rua Das Bromélias região central, onde dividia a casa com um primo, que foi quem procurou a polícia e comunicou o sumiço dela que não chegou em casa após o término do turno de trabalho.

Em um vídeo que circula em grupos de aplicativo de mensagens (em anexo) é possível ver que a vítima saiu do trabalho próximo das 2h da manhã e seguiu com destino a sua residência onde não chegou.

O crime chocou a população e já está sendo investigado pela delegacia de Colniza.

A vítima morou em Espigão do Oeste, em Rondônia, e a poucos meses havia se mudado para Mato Grosso.

Fonte: Por Juína News