PREVENÇÃO E COMBATE (COMPLEMENTAR) novembro

doe sangue novembro


Inchaço nos pés pode significar doença grave; saiba qual

Conteúdo exclusivo para assinantes das notificações.


Clique em ACEITAR e depois em PERMITIR que a noticia será liberada automaticamente.
Você também pode aguardar segundos ou clicar aqui para leberar a noticia.

Inchaço nos pés pode significar doença grave. Inchaço nos pés pode parecer algo sutil e corriqueiro, porém especialistas apontaram que essa anomalia, quando ocorre com frequência pode indicar doença grave. De acordo com os médicos os primeiros indícios de que algo com o fígado, rins e coração não está certo aparece nas extremidades do corpo, principalmente, os membros inferiores.

Se você tem o sintoma, procure um médico

Nunca passou pela sua cabeça que os pés são importantes para detectar problemas na circulação de sangue? Pois é, se alguma anomalia for descoberta nesses membros, corra para procurar ajuda médica, pois o corpo avisa e dá sinais quando algo está errado com você.

O dr. José Geraldo Mill, médico cardiologista do Espírito Santo, contou em entrevista que é nos pés que aparecem os primeiros sinais referentes à má circulação do sangue que pode causar danos aos rins, fígado e principalmente ao coração.

Especialista apontou o inchaço como principal sintoma para doença que mata em pouco tempo

As doenças mais perigosas que esse inchaço pode revelar é a insuficiência cardíaca que é quando o coração tem dificuldade de bombear sangue suficiente para o restante do corpo, ocasionando inchaços que podem levar á amputação dos membros por falta de sangue ou até mesmo o óbito.

A disfunção venosa é outra doença que pode ocasionar o inchaço nos pés e pernas e é muito comum em pessoas que passam muito tempo sentadas ou em pé. O Dr. Mill trouxe um importante esclarecimento para o tema dizendo que quando o inchaço significa alguma doença mais grave ele geralmente é permanente e começa a subir para outros membros.

Por isso, fique atento e passe pelo médico caso você possua esse sintoma frequente.

doação de sangue

Fonte: Conexão Rondônia