doe sangue novembro


Três pessoas são assassinadas com tiros de espingarda calibre .12 em Ji-Paraná; duas crianças foram deixadas vivas

duas crianças foram deixadas vivas

Durante a madrugada desta terça-feira, dia 27, moradores do bairro Novo Ji-Paraná viveram momentos de terror. A sensação de insegurança foi tanta que alguns moradores estão se mudando da região.

De acordo com a PM, vizinhos ligaram para o 190 informando que estava acontecendo um tiroteio na chácara do “Mateuzinho”, indivíduo já bem conhecido pela polícia pelas práticas dos crimes de Tráfico de Drogas, Homicídios, Roubos e Furtos.

A PM chegou no local e se deparou com uma verdadeira cena de filme de terror. Logo na frente do portão, avistaram vários estojos deflagrados de calibre 12 e o corpo de Mateus de Souza Lima com várias marcas de tiros pelo corpo e com a cabeça dilacerada.

LEIA MAIS

Batida entre Uno e Corsa mata dois na noite de Natal

Homem sai para encontro e é morto com mais de 60 facadas 

Vídeo: Mais um acidente entre carretas é registrado na BR-364 em RO

Dentro da casa, em cima de um colchão, os policiais localizaram o corpo de sua esposa, Flávia Maria de Jesus, com vários tiros pelo corpo e na cabeça.

Ao lado do corpo da mulher haviam duas crianças com manchas de sangue e com restos de massa encefálica chorando, sendo uma de 2 anos de idade e um bebê recém nascido. Elas foram retiradas da casa e levadas ao Hospital.

Nos fundos da casa, os PM’s localizaram o corpo de uma adolescente de 13 anos, que também é filha do casal. Sua cabeça também estava dilacerada, provavelmente com tiro de espingarda calibre 12.

Vizinhos relataram aos policiais que não ouviram veículo chegar ou sair do local. Uma outra criança de apenas 5 anos de idade foi encontrada com ferimentos leves na casa de um vizinho. Ela estava em choque e só chorava.

A Polícia não descarta a hipótese de Briga entre Facções rivais.

Fonte: rondoniatual / comando 190