doe sangue novembro


Foragido de Pimenta Bueno é preso em Vilhena junto com a esposa após disparar tiro de pistola contra policiais militares

Conteúdo exclusivo para assinantes das notificações.


Clique em ACEITAR e depois em PERMITIR que a noticia será liberada automaticamente.
Você também pode aguardar segundos ou clicar aqui para leberar a noticia.

Na noite de ontem, após receber informações do Núcleo de Inteligência (NI), dando conta de que um casal foragido de Pimenta Bueno estava escondido e recebendo apoio em Vilhena, uma equipe da Polícia Militar foi até um endereço no bairro Jardim Eldorado.

Monitorando a residência, os militares observaram quando um suspeito deixou o local. Ele estava usando um veículo Fiat Uno, com placas de Várzea Grande (MT) e foi acompanhado a distância até o bairro BNH, onde foi abordado pela equipe policial.

Quando os policiais se identificaram e se preparavam para fazer a prisão, o suspeito saiu correndo de arma em punho, pulando muros e casas, momento em que foi solicitado o apoio de outras guarnições de serviço para ajudar na captura.

Durante a perseguição, um morador saiu e indicou aos PMs que o foragido havia entrado no banheiro de sua casa e tentava continuar em fuga, subindo pelo telhado. Após despencar de cima do imóvel, o fugitivo chegou a disparar um tiro de pistola ponto 40 contra os policiais.

Sem ter mais como escapar, o criminoso se desfez da arma e se entregou. A cápsula deflagrada foi encontrada pela equipe, mas a arma usada na reação a tiros não foi localizada.

LEIA MAIS

Veja momentos de desespero de mulher sendo queimada viva em acidente; vídeo

BR-364: Duas pessoas morrem após carros baterem de frente

Cantor de funk tem caixão desenterrado e incendiado um dia após ser assassinado

VÍDEO: Amigos atendem pedido e sepultam motorista ao som de “Coração Cachorro”



Ao retornar ao endereço anterior, de onde o foragido havia saído, no bairro Jardim Eldorado, os militares encontraram a esposa dele, que também estava com mandado de prisão em aberto. Nos pertences da mulher foi encontrada uma porção de maconha, além de dois carregadores de pistola e 11 munições intactas.

O dono da casa onde os fugitivos estavam admitiu que era amigo deles e foi apresentado junto com ambos na Unisp de Vilhena. O Conselho Tutelar foi acionado e levou duas crianças, filhos dos acusados, para a casa de uma tia na cidade.

A arma com a qual o morador de Pimenta Bueno disparou contra os policiais pode ser a mesma utilizadas em crimes no Cone Sul, inclusive assassinatos recentes.

fonte folha do sul on line