doe sangue novembro


Chocante: Suspeitos de matar, esquartejar e jogar corpo de homem em fossa são presos em Seringueiras; corpo foi achado pela Polícia Militar

Acaba de ser presos, Manuel e sua esposa Sandra, acusados de matar, esquartejar e ocultar o cadáver de Luiz Carlos Gomes da Silva, popularmente conhecido como “Luiz Cara de Flor” na fossa de sua casa, na zona rural de Seringueiras, RO.

A descoberta do corpo ocorreu após investigações e pistas descobertas pela Polícia Militar de Seringueiras, que com a ajuda de populares localizaram o corpo de Luiz dentro da fossa pertencente a Sandra, ex-esposa de Luiz.

Leia mais

Confessou: Acusado de matar homem no estacionamento do parque de exposições em Seringueiras se apresenta na delegacia, é ouvido e liberado

Polícia confirma: Homem desaparecido em Seringueiras é encontrado morto, esquartejado e jogado em fossa

Acidente com três caminhões causa incêndio, deixa um morto e interdita trecho da BR-364

Fontes sigilosas do site revelou que o acusado de executar o crime contra Luiz, Manuel, disse que antes de matá-lo, deu um soco, já com a vítima caída, pegou um facão e desferiu três golpes, atingindo-o duas vezes embaixo do braço e uma na região peitoral.

Após assassiná-lo a vítima, Manuel cortou-o em pedaços e descartou dentro da fossa, Sandra ficou responsável por lavar o sangue de dentro de casa para despistar a polícia.

Em seguida Manuel pegou a motocicleta de Luiz, uma Honda/Biz de cor preta e jogou no rio, que fica localizado no travessão que liga as linhas 104 e 102, o objetivo segundo o acusado, era a de simular um acidente.

Uma terceira pessoa foi conduzida para a delegacia, mas segundo a nossa fonte, ele, a princípio, não participou do crime.

Luiz estava desaparecido desde a manhã do último domingo, 18, quando saiu de casa e não deu mais notícias, a família chegou registrar um boletim de ocorrência após encontrar a sua motocicleta no rio na data de ontem, terça-feira, 20.

Fonte: planeta folha