PREVENÇÃO E COMBATE (COMPLEMENTAR) novembro

doe sangue novembro


Rondônia: Cassol e ex-governador fica fora das eleições

Conteúdo exclusivo para assinantes das notificações.


Clique em ACEITAR e depois em PERMITIR que a noticia será liberada automaticamente.
Você também pode aguardar segundos ou clicar aqui para leberar a noticia.

Mais dois ministros do STF votaram para não referendar a liminar obtida pelo ex-governador Ivo Cassol (PP), suspendendo os efeitos secundários da condenação penal imposta a ele, o que o tornou inelegível por 8 anos a partir de 2021. Nesta quarta-feira, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli também votaram contra as pretensões do politico. Assim, já há maioria para Cassol ficar fora das eleições desse ano.

Dos cinco ministros que votaram, apenas Nunes Marques, que é o relator do caso, votou favorável ao pedido da defesa que alegava que houve prescrição da punição de Cassol e ele sequer deveria ser julgado na ação penal que o condenou. O placar está 6 a 1 contra Cassol.

Veja como está a votação:

  1. Nunes Marques – RELATOR VOTOU A FAVOR DE CASSOL
  2. Alexandre de Moraes – INICIOU A DIVERGÊNCIA CONTRA
  3. Luiz Fux – AINDA NÃO VOTOU
  4. Roberto Barroso – VOTOU CONTRA
  5. Carmen Lúcia – VOTOU CONTRA
  6. Gilmar Mendes – AINDA NÃO VOTOU
  7. André Mendonça – AINDA NÃO VOTOU
  8. Edson Fachin – AINDA NÃO VOTOU
  9. Rosa Weber – VOTOU CONTRA
  10. Ricardo Lewandowski-  VOTOU CONTRA
  11. Dias Toffoli – VOTOU CONTRA

Fonte: rondoniagora