EXPOPIB

queimadas


Vilhena: Avô acusado de aliciar netas é condenado a 30 anos de prisão reclusa

Após julgamento, avô é condenado em 1ª instância por aliciar duas netas menores de idade. No período do ocorrido as menores tinham entre 09 e 11 anos. As práticas ocorreram em uma chácara, localizada no município de Vilhena.

Segundo relatos das vitimas, no momento em que estavam sozinhas com o avô em sua chácara ele aproveitava para praticar atos libidinosos, como tocar suas partes intimas e seus seios.

No inicio, as ações eram por meio de brincadeiras, mas depois o avô não disfarçava mais suas atitudes. Durante um momento em que uma das meninas assistia televisão, o avô enfiou o dedo em sua vagina. Assustadas com a situação, as meninas começaram a se negar a visitar o avô e relataram o ocorrido aos pais que denunciou o infrator.

Durante o julgamento o réu afirmou que as meninas estavam mentindo para se vingarem de uma suposta divergência familiar por conta de um imóvel. Mas, após analise dos fatos apresentados ficou comprovado que os abusos haviam ocorrido, e o mesmo foi condenado por 30 anos de prisão reclusa.

vacina em dia

Devido o comparecimento do réu nos julgamentos e por não possuir antecedentes criminais, o mesmo ficará respondendo em liberdade.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.