EXPOPIB

queimadas


Nudez de dirigente partidário movimenta bastidor político da Frente Popular

O presidente do PSOL, Valdir França, teve imagens de nudez enviadas ao partido, no Acre e em Brasília. A remetente das fotos não se identificou. O mandato do dirigente psolista termina em 30 dias, mas ele deve ser expulso do partido antes desse prazo.

No diretório da legenda em Rio Branco, o clima é de muita revolta. França está fora do Acre. O partido é aliado da Frente Popular do Acre, que tenta eleger o prefeito Marcus Alexandre governador. As circunstâncias em que as fotos foram tiradas não estão claras.

As imagens foram enviadas a um congresso nacional do partido, realizado entre os dias 2 e 3 deste mês na capital federal e causou embaraço.

França é técnico em gestão pública lotado no Governo do Estado, com função de confiança (FC) 10 e salário mensal de R$ 5,1 mil.

vacina em dia

A assessoria de imprensa do prefeito da capital informou que Marcus Alexandre não tomou conhecimento do fato.

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.