DOE SANGUE

queimadas


Veja quais cidades de Rondônia confirmaram casos da variante delta e qual o perfil dos infectados

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 2-728x90px.gif

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) divulgou na tarde desta segunda-feira (6) a quantidade de casos confirmados da variante delta nas cidades de Rondônia. Das sete pessoas infectadas pela variante:

  • duas são de Jaru,
  • uma é de Cacoal,
  • uma de Ouro Preto do Oeste,
  • uma foi confirmada em Ariquemes,
  • uma em Porto Velho e
  • uma é de Guajará-Mirim

A Sesau ainda informou que entre os infectados estão cinco mulheres e dois homens, com idades entre 23 e 60 anos.

Desses sete, apenas uma mulher de 60 anos já havia tomado as duas doses da vacina contra Covid-19. Outros quatro pacientes se vacinaram com a primeira dose e dois ainda não tomaram nem a primeira dose do imunizante.

“Ou seja, [esses dois últimos] estavam atrasados no calendário vacinal porque o de menor idade tem 23 anos e já deveria ter tomado pelo menos a primeira dose da vacina”, disse o secretário estadual de saúde, Fernando Máximo.

Estudos apontam que a variante é muito mais transmissível e tem maior probabilidade de atacar o sistema imunológico, responsável pelas defesas do nosso organismo.

Posso ter Covid mesmo após as duas doses da vacina?

Sim, pode. As vacinas diminuem, mas não zeram, a chance de se infectar pela Covid. É por isso que, além de se vacinar, é importante manter as outras medidas de proteção contra a doença, como o uso de máscaras, o distanciamento social e a higiene.

Até agora, todas as vacinas aplicadas no Brasil – CoronaVac, AstraZeneca/Oxford, Pfizer e Johnson – foram capazes de evitar internações e mortes pela doença.

fonte g1 ro