Uber lança ferramenta que grava conversas durante corridas


Uber anunciou nesta segunda-feira (10) que vai disponibilizar no Brasil uma ferramenta que permite gravar em áudio conversas que acontecem durante corridas no aplicativo.

A opção para gravar as conversas usando o aplicativo, chamada de U-Áudio, estará disponível primeiro em 5 cidades —Salvador, Campo Grande, São Luís, Sorocaba e Uberlândia. A ferramenta pode ser utilizada tanto por motoristas quanto por usuários.

De acordo com a empresa, esses áudios podem ser compartilhados com a Uber para ajudar em caso de investigações e até podem ser enviados para autoridades. Ainda de acordo com a empresa, os áudios “criptografados e armazenados diretamente no dispositivo de quem fez a gravação”.

“Quando a viagem se encerra ou por meio do histórico de viagens, tanto o usuário quanto o motorista terão a opção de relatar um incidente de segurança e anexar o arquivo de gravação de áudio”, disse a Uber em nota.

A Uber afirmou ainda que a “proteção da privacidade dos envolvidos é levada muito a sério” e que usuários e motoristas receberão avisos de que “estão sujeitos a gravação de áudio”.

“O U-Áudio é um recurso extra para nos ajudar a entender o que ocorreu durante uma viagem em que algo deu errado. Queremos tomar as medidas apropriadas e esse arquivo pode ajudar nossos agentes de suporte neste processo”, disse Marcello Azambuja, diretor do centro de tecnologia da Uber no Brasil.

A funcionalidade reverbera em polêmicas sobre tecnologia e invasão de privacidade, principalmente sobre o uso e o acesso que gigantes de tecnologia têm sobre nossos dados. O uso de dados de navegação na internet e de localização é usado por algumas empresas para vender publicidade direcionada, por exemplo.

Essa funcionalidade de gravação estava prevista desde janeiro deste ano, quando a empresa começou a difundir uma nova gama de serviços e ferramentas de segurança, chamada de U-Ajuda. Na ocasião, a empresa anunciou outro serviço baseado em dados: analisando paradas não planejadas, a Uber também disponibilizou um serviço que permite ao usuário pedir ajuda e até entrar em contato com a polícia, caso o aplicativo perceba que a corrida teve paradas não planejadas.

Fonte G1.com