DOE SANGUE

queimadas


RO – Polícia encontra restos mortais de homem que estava desaparecido e diz que mulher é suspeita

Os restos mortais de Paulo Roberto de Oliveira, 59 anos, que estava desaparecido há aproximadamente 15 dias, foi encontrado no final da manhã desta sexta-feira (1) em uma propriedade rural, localizada no bairro Jardim Santana, na zona leste de Porto Velho, por policiais da 8° Delegacia de Polícia Civil com apoio do Corpo de Bombeiros.

LEIA MAIS

Em Cidade de RO – Família é internada com paralisia muscular após tomar café e hospital suspeita de botulismo

RO – Mulher é indiciada por assassinar o marido estrangulado e forjar suicídio

Mulher que morreu presa às ferragens em acidente na BR-364 é identificada pela polícia

Acidente na BR-364 deixa adolescente em estado grave e 4 pessoas feridas

A Polícia Civil iniciou as buscas, após familiares de Paulo informar seu desaparecimento na delegacia. Eles informaram ainda, que dois dias antes de sentirem falta da vítima, a mulher com quem ele tinha um relacionamento, o teria esfaqueado nas costas, no dia 12 deste mês.

vacina em dia

A vítima foi socorrida até a UPA, recebeu atendimento médico e foi liberada. Após isso, Paulo não foi mais visto pelos familiares. Foi quando eles decidiram procurar a Polícia.

De acordo com a delegada Leisaloma Carvalho, nesta manhã, policiais civis da 8° DP, com o auxílio de militares do Corpo de Bombeiros realizaram buscas na região e conseguiram encontrar uma ossada humana, há cerca de dois quilômetros da casa onde Paulo morava.

Ainda de acordo com a delegada, junto à ossada, os peritos encontraram uma chave, que seria da residência de Paulo, que foi reconhecida pelo filho da vítima.

No local, a arcada dentária do homem também foi reconhecida pelo filho, já que faltavam dois dentes na boca de Paulo. “Será feito o exame de DNA para confirmar a identificação da ossada, mas tudo indica que é a do homem desaparecido”, disse Leisaloma Carvalho.

Segundo a delegada, a mulher que mantinha um relacionamento com Paulo, foi encaminhada para a sede da Delegacia de Homicídios, por suspeita de ter cometido o crime. “Claro que vamos investigar tudo com muita cautela. Vamos ouvir testemunhas ainda hoje, tentar obter o maior número de elementos possíveis para lavrar o auto de prisão em flagrante e se for o caso representar pela prisão preventiva da suspeita”, esclareceu Leisaloma Carvalho.

Os policiais apuraram ainda, que a suspeita é casada, e mesmo assim mantinha um relacionamento conjugal com Paulo, segundo relatos da família da vítima.

fonte rondoniagora