DOE SANGUE

queimadas


RO: Encontrado morto; construtor estava desaparecido há uma semana e tinha filho recém-nascido

Foi identificado, através das roupas que estava vestindo, o homem cujo corpo foi encontrado na área rural de Vilhena na tarde desta quinta-feira, 20: trata-se do construtor Edilson Rodrigues dos Santos, de 47 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira, 14.

Segundo foi registrado na polícia, onde a família comunicou o desaparecimento, Edilson havia sido visto, no dia do sumiço, em uma casa noturna. No braço dele, depois de morto, foi encontrada a pulseira de uma chácara nos arredores da cidade onde funciona um bailão.

LEIA MAIS

Interior de RO: Garota morre afogada em balneário enquanto se divertia com a família

Em Cidade de RO – Bebê é socorrida para a UPA após ser vítima de estupro

Interior de RO: Garota morre afogada em balneário enquanto se divertia com a família

Rondônia: Carro de passeio atinge carreta na BR-364; veja o vídeo

vacina em dia

Pastora de 79 anos é morta com golpes de ferro dentro de igreja

RO: acidente na BR-364 deixa duas pessoas feridas em estado grave



Um amigo disse ao FOLHA DO SUL ON LINE que Edilson havia vindo de Curitiba (PR) para Vilhena cerca de 08 anos atrás. Profundo conhecedor da Bíblia, frequentava uma igreja evangélica com a primeira esposa, uma cabeleireira, e um casal de amigos.

Nos últimos meses, no entanto, Edilson teria “caído na dependência” e se envolvido em alguns atritos. Ele, que um mês atrás foi pai de um menino, fruto de seu atual casamento, era um construtor habilidoso e fazia casas para vender.

Como havia um furo aparentando ser de bala no crânio do construtor, além de marcas arroxeadas em seu corpo, a polícia trabalha com a hipóteses de latrocínio (roubo seguido de morte), uma vez que a motoneta Honda Biz com a qual ele havia saído de casa não foi encontrada.

O reconhecimento foi feito pela ex e a atual esposas, que foram até a Funerária Canaã, responsável pelo resgate do corpo. A identificação foi feita pelas vestes, o calçado que Edilson estava usando e pelas marcas de cirurgias no corpo dele, uma vez que seu rosto estava completamente desfigurado pela decomposição. Ele provavelmente teria sido morto no dia em que saiu de casa, mas ainda não há pistas sobre a autoria e a motivação.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0