Rio Madeira começa encher e apresenta dados similares aos da cheia histórica de 2014

EXPOPIB

Com a chegada do inverno acompanhado de intensas chuvas, a população ribeirinha de Porto Velho, Baixo e Médio Madeira está com sinal de alerta ligado com medo de uma nova possível enchente, similar ou igual a de 2014 que deixou rastros de destruição por onde passou.

A preocupação se dá por conta do alto volume de água de chuva, que vem caindo nos últimos dias e registrou uma subida significativa nos dados da Agência Nacional de Águas (ANA). De acordo com o órgão responsável, no dia 27 de 2013, quando o Rio Madeira começou a encher e resultou na enchente histórica a metragem era de 13.87, na quinta-feira (28), ontem apresentou 10.58 com previsão de aumento.

As margens do rio, perímetro central da capital rondoniense é visível constatar a subida da água. Moradores de bairros como: Triângulo, Baixa da União e comunidades de São Sebastião, Maravilha e outras estão com medo de passarem pelo mesmo problema enfrentado há três anos, uma vez que existe a possibilidade da liberação do aumento de cotas no lago da Usina de Santo Antônio, que pode aumentar mais ainda o volume hídrico do afluente.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.