Professora da UNIR morre na UTI de hospital e universidade emite nota


Morreu no final da manhã desta quarta-feira, 28, na UTI do Hospital Regional de Vilhena (RO), onde estava internada já há alguns dias, a professora Deise de Araújo Rocha, que tinha 49 anos.

A causa da morte não foi divulgada. Deise Rocha integrou a 2ª Turma de Comunicação Social do Campus Vilhena da Universidade Federal de Rondônia – UNIR. Foi aprovada no concurso para a Universidade Federal do Amazonas, onde lecionou por três anos no campus de Parintins.

VEJA+ Interior de Rondônia: Jovem é morto com quatro tiros dentro de casa

Em 2013 conseguiu transferência para o Campus Vilhena da UNIR. O Corpo de Deise Rocha será velado a partir das 16 horas na capela mortuária do Cemitério Cristo Rei. O Sepultamento está previsto para as 17h30.

 O Departamento de Jornalismo da UNIR emitiu uma nota de falecimento na qual lamenta a partida de Deise Rocha e se solidariza com a família e amigos. Confira na íntegra da nota abaixo. 

NOTA DE FALECIMENTOÉ com muito pesar que o Departamento de Jornalismo (DEJOR) da Unir – Universidade Federal de Rondônia – Campus de Vilhena, comunica o falecimento da professora Deise de Araújo Rocha, chefe do referido Departamento, ocorrida às 11h45 da quarta-feira (28/10), no Hospital Regional de Vilhena.Neste momento de dor e angústia, os pensamentos e sentimentos dos professores e alunos de todas as áreas de Jornalismo da Unir (Vilhena e Porto Velho) estão em solidariedade com toda a família da professora Deise, pois compreendemos que nunca estamos preparados para perder, de forma tão prematura e inesperada, um ente querido.Fica decretado, no âmbito deste Departamento de Jornalismo, LUTO DE TRÊS DIAS em respeito ao falecimento da amiga, professora e jornalista, Deise de Araújo Rocha.Prof. Ms. Marcus Fernando FioriVice-chefe no exercício da chefiaDepartamento de Jornalismo (DEJOR)Universidade Federal de RondôniaCampus de Vilhena

Fonte Folha do Sul