Interior de RO – Mulher de 26 anos é assassinada dentro de casa 

queimadas
EXPOPIB

Uma mulher de 26 anos, identificada como Alexandra Leandro de Souza, foi morta por volta das 21 horas da última segunda-feira (18), na rua Joaquin Nabuco, setor 01, em Buritis. Segundo informações apuradas pelo site Alerta Buritis junto a moradores e conforme consta também no Boletim de ocorrência, a vítima estava no interior de sua casa na companhia de familiares, quando teve sua casa invadida pelo criminoso que atirou varias vezes contra ela.

LEIA TAMBÉM

Batida de frente entre caminhão e carreta mata empresário na BR-364

Trágico: Adolescente brincava com irmã quando se afogou na piscina de clube

Rondônia: Pai arromba porta de quarto e encontra o filho morto na cama

“Milagre!”: mulher desmaia, cai em trilhos enquanto trem passa e é resgatada sem nenhum arranhão; veja vídeo

Relatos dão contas que a vítima estava jantando, quando de repente escutaram barulho de moto e logo apareceu na porta dos fundos um individuou alto, magro e moreno, com uma jaqueta Jeans e capacete na cabeça e teria conversado com Alexandra algo que ela não teria entendido, e na sequencia começou a atirar contra a vítima, momento que seu filho de 12 anos, no ímpeto de ajudar sua mãe também foi alvejado com um tiro no dedo da mão. Após, o atirador e seu comparsa fugiram numa motocicleta CG cor escura, tomando rumo ignorado.

vacina em dia

A vítima foi alvejada com 04 disparos de arma de fogo. A arma usada pelo criminoso foi uma pistola calibre 9mm.

A Perícia chegou no local do fato por volta de 1h25min, após realizar os trabalhos periciais o corpo foi liberado para ser removido pela funerária de plantão.

O delegado Lucas Torres, disse em entrevista que não descarta a possibilidade de crime de Feminicídio, (Feminicidio é o termo usado para denominar assassinatos de mulheres cometidos em razão do gênero. Ou seja, quando a vítima é morta por ser mulher. No Brasil, a Lei do Feminicídio, de 2015, estabelece que, quando o homicídio é cometido contra uma mulher, a pena é maior).

Segundo o delegado, a morte da vítima pode ter sido encomendada. O caso está sendo investigado pela DP de Buritis.

Disque denúncia 197 ou 3238 – 2950.

fonte ariquemes 190


queimadas