doe sangue novembro


Família morre em acidente enquanto pai dirigia ao hospital para salvar bebê

Conteúdo exclusivo para assinantes das notificações.


Clique em ACEITAR e depois em PERMITIR que a noticia será liberada automaticamente.
Você também pode aguardar segundos ou clicar aqui para leberar a noticia.

Uma tragédia devastou uma família natural de Maringá, na região noroeste do Paraná, nesta semana. O pai, a mãe e um bebê, de apenas 4 meses, morreram em um acidente de trânsito na rodovia MS-244, em Jaraguari, perto de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A colisão aconteceu no momento em que a família seguia em direção a um hospital, após a criança apresentar um quadro de convulsão.

Segundo informações, a criança começou a passar mal quando estava com a mãe em casa, na manhã de quinta-feira (30). Preocupada, a mulher avisou o marido, que estava trabalhando. Logo que chegou em casa, o homem pegou a esposa e o filho e seguiu em direção a um pronto atendimento.

LEIA MAIS

Trágico Acidente na BR-364: Comerciante capota veículo e filha morre presa às ferragens

Rondônia: Professor confessa que matou homem a facadas

Bebê de um ano tem o primeiro diagnóstico de Lowe em Rondônia; mãe relata dificuldades da rotina

Rondônia: Idoso morre após ser atropelado por carreta na BR-364

Enquanto seguia por uma estrada rural, o pai da família perdeu o controle da direção e acabou saindo da pista. Com o impacto, Gilberto Neves, de 34 anos, e o filho, Vitor Sylva Neves, de 4 meses, morreram no local. Já a mãe da criança, Geisiane Priscila Sylva, de 32, chegou a ser socorrida por uma ambulância, mas também não resistiu.

Família de Maringá

O casal era natural de Maringá e há poucos meses havia se mudado para Rio Verde (MS), onde desejam iniciar uma nova vida. Além do pequeno Vitor, que morreu no acidente, a família possui uma outra filha, de 12 anos, que estava na escola no momento da tragédia. A garota está sob cuidados de familiares.

Nesta sexta-feira (1°), os corpos das três vítimas foram encaminhados para Maringá. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a tragédia.

FONTE RIC MAIS