PREVENÇÃO E COMBATE (COMPLEMENTAR) novembro

doe sangue novembro


BR-364: Carretas pegam fogo após acidente; caminhoneiro morre

Conteúdo exclusivo para assinantes das notificações.


Clique em ACEITAR e depois em PERMITIR que a noticia será liberada automaticamente.
Você também pode aguardar segundos ou clicar aqui para leberar a noticia.

Um caminhoneiro morreu e duas pessoas ficaram feridas na tarde desta quinta-feira (4) após um grave acidente envolvendo três veículos de carga no km 112 da BR-364, na Serra da Petrovina, entre Pedra Preta e Alto Garças (360 km de Cuiabá).

De acordo com informações preliminares, o motorista que conduzia a carreta carregada de pedrisco seguia na rodovia sentido Alto Garças – Rondonópolis, quando perdeu o controle da direção e invadiu a pista contrária. Neste momento, uma carreta carregada de pluma de algodão que vinha no sentido contrário não conseguiu desviar e os dois veículos acabaram colidindo.  

LEIA MAIS

Casal é filmado em momento delicado em rua movimentada; vídeo

Em Cidade de RO – Mulher revoltada agride homem com tapas e socos em cemitério; assista

ASSISTA: viraliza vídeo de garotinha com má formação, cujo pai, policial militar em Chupinguaia, está preso há sete meses

Rondônia entra em alerta para chuvas intensas

Uma terceira carreta, também carregada com pluma de algodão, que vinha logo atrás não conseguiu frear a tempo e colidiu na traseira do veículo de carga. Com o impacto da colisão, as carretas saíram da pista e acabaram pegando fogo.

 Um dos caminhoneiros morreu no local do acidente, o outro ficou preso às ferragens e uma mulher que estava em um dos veículos ficou gravemente ferida. Ambos foram socorridos e encaminhados a uma Unidade de Saúde. O terceiro motorista não ficou ferido e permaneceu no local.

A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local para fazer o controle do tráfego. O Corpo de Bombeiros foi acinado para combater as chamas. 

A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) foi acionada para realizar os procedimentos necessários. As causas do acidente devem ser investigadas.

FONTE FOLHA MAX

doação de sangue