Mulher fica careca após receber telefonema de desconhecido; compreenda o caso


Uma mulher acabou ficando careca depois de receber o contato de uma pessoa estranha. O caso aconteceu quando uma suposta contratante ofereceu um serviço para a americana e tinha como requisito cortar os cabelos.

Megan Randolph é mãe de três filhos e trabalha como modelo. Ela é casa e mora no estado de Utah, nos Estados Unidos. Recentemente, a americana foi vítima do golpe cometido por mensagens de celular.

LEIA TAMBÉM

Operação Carga Prensada: Rondônia Veículos emite nota de esclarecimento

Menina de 15 anos sonha conhecer o pai que provavelmente reside no interior de RO

Cacoal: Pai é preso por suposto estupro do filho de 02 anos

Rondônia: Homem é morto cruelmente degolado na frente de bar

Mentira tem pernas curtas: vídeo impressionante mostra momento em que mulher flagra traição; veja

Uma mulher, que se identificou pelo nome de Ashley, entrou em contato com Megan, por meio de ligação e mensagens, dizendo que tinha uma proposta de trabalho. A americana teria que raspar o cabelo e as sobrancelhas para realizar o serviço e depois gravar um vídeo do feito. Em troca, ela iria ganhar milhares de dólares

Depois de cortar o cabelo e tirar fora as sobrancelhas, Megan enviou mensagens para o número que se identificava como a agente de produtos de beleza, porém não conseguiu obter mais nenhuma resposta da pessoa.

O número de celular, que antes estava cadastrado, não estava mais em nenhum registro de operadora. Megan desabafou sobre o episódio durante uma entrevista a um portal local e falou a respeito da decepção. “Estou um pouco arrasada… Mas é só cabelo e vai crescer de novo. Eu não fui enganada por nada, mas é malicioso; é 100% cruel”, disse a mulher, que agora alerta outras pessoas para que não caiam em tal golpe.

O marido de Megan criou uma campanha de arrecadação na internet para conseguir dinheiro para pagar suas despesas, considerando que a família agora não tem condições de quitar diante da falta de trabalho real para a mulher.

fonte 1news