Mulher com Covid-19 acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados


Bettina Lerman passou semanas em um respirador após adoecer com Covid-19 e não respondeu aos esforços dos médicos para acordá-la do coma, quando sua família tomou a difícil decisão de retirar o suporte vital.

A família fez os preparativos para o funeral, escolheu seu caixão e lápide, enquanto se preparava para se despedir, disse seu filho Andrew Lerman à CNN.

No dia em que planejaram retirá-la do suporte de vida, Lerman disse, ele recebeu um telefonema de um de seus médicos no Maine Medical Center, em Portland.

LEIA MAIS

Assista! Padre xinga mulher de “demônia” e sugere que ela quer “tico tico no fubá”

RO – Casal é flagrado com mais de um milhão em ouro na BR-364

COVID: UTI e Enfermaria do CAR chegam a 100% lotação de vagas em Ariquemes

RO – Após quase um mês internado, servidor do DER que sofreu queda enquanto podava coqueiro não resiste

RO – Morre motorista vítima de grave capotamento na BR-364



“Ele disse ‘bem, preciso que você venha aqui imediatamente’. Eu disse, ‘Ok, o que foi?’”, Disse Lerman. “Ele disse: ‘Bem, está tudo bem. Sua mãe acordou.’” Lerman disse que deixou cair o telefone quando recebeu a notícia.

Mais de 768 mil pessoas morreram de Covid-19 nos Estados Unidos desde o início da pandemia, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmam que 58,9% da população do país está totalmente vacinada.

Lerman disse que sua mãe, que fará 70 anos em fevereiro, teve vários problemas de saúde, incluindo diabetes, e teve um ataque cardíaco e uma cirurgia quádrupla de ponte de safena alguns anos atrás.


Fonte:CNN Brasil