‘Macaco preto safado’: o comovente desabafo de ator mirim de Chiquitas, vítima de racismo aos 13 anos


Kaik Pereira é um dos maiores prodígios da dramaturgia brasileira. O ator fez sucesso na novela Chiquititas, lançada pelo SBT em 2013 e, após grande destaque, virou alvo de interesse da RecordTV, que o contratou para atuar em Escrava Mãe (2016). Neste meio tempo da transição, em 2015, quando tinha apenas 13 anos e se preparava para o novo desafio em sua carreira, foi alvo de ataques racistas pela internet.

Kaik Pereira desabafa sobre racismo sofrido 

A estrela mirim, em desabafo, lamenta o episódio sofrido. “É ridículo saber que tem pessoas assim”, pondera. As ofensas foram disparadas por um internauta pelo Instagram. Na ocasião, o agressor usou frases como “macaco preto safado”“volta para a África”“se mata”“lixo” e “imundo”, entre outras mensagens criminosas.

VEJA+ Datena desabafa após pagar R$ 20 milhões de multa à RecordTV: ‘Tudo que ganhei na vida’

Atualmente, Kaik Pereira está com 17 anos. Mesmo tendo passado quatro anos desde o fatídico episódio, revela que ainda guarda mágoa e grande tristeza em seu coração. “É muito ruim saber que existem pessoas que te julgam pelo tom da sua pele”, lastima.

Movimento Vidas Negras Importam 

No último mês de maio, quando o movimento contrário à violência contra população negra eclodiu em todo o planeta, Kaik se posicionou como um porta-voz da causa, usando suas redes sociais para se manifestar. Ele comemora o sucesso do movimento, mas salienta que é necessária muita luta para o combate ao preconceito.

A questão do preconceito não vai acabar agora. Não é do dia para a noite. Falta um posicionamento da política, das mídias sociais. Porque a lei, no nosso país, em questão racial ainda é muito fraca”, pondera. 

Resolução do caso 

A mãe de Kaik ficou responsável por conduzir o caso à época. Com o apoio da RecordTV, conseguiu chegar até a família do internauta que fez os ataques. Fabiana estava enfurecida, mas descobriu que a mãe do agressor levava uma vida difícil, e que Kaik estava sofrendo com a perpetuação do caso. Diante disso, mesmo com vontade de levar o caso adiante, optou por encerrar a questão.

Fonte TV PRIME