Interior de Rondônia: Homem assassinado em bar levou 12 tiros de .40


Nilton Bragança, de 50 anos, popular “Tostado”, foi morto com 12 tiros de pistola .40 na noite desta quarta-feira, 23, num bar na Rua 1506 com a Avenida 1511, no bairro Cristo Rei, em Vilhena.

De acordo com informações apuradas pela reportagem, dois homens chegaram numa moto de cor escura, o carona desceu foi ao encontro de Nilton de arma em punho e começou a disparar, uma pessoa que estava próxima ao local falou a reportagem que ouviu aproximadamente 16 disparos.

Após executar Nilton, o atirador correu até a moto, onde o comparsa o aguardava para fuga.

VEJA+ Rondônia: PRF e PM recuperam automóvel, durante fiscalização na BR-364

Uma segunda pessoa que estava no local, conhecido como bar do “Tião” também foi alvejada e levada ao Hospital Regional, mas as informações dão conta que não corre risco de morte.

Após a perícia o corpo foi removido pela funerária São Matheus, e está no necrotério, onde passará por necrópsia na manhã desta quinta-feira, 24.

Nilton era pai de Mayli Bragança, de 22 anos, que foi assassinada na noite do dia 05 de agosto de 2013, no bairro Assossete, em Vilhena.

Contudo, na ocasião, Nilton ficou sabendo que sua filha tinha sido morta por rapaz por nome Eliabi Oliveira de Freitas, de 25 anos. Com isso, por vingança matou Eliabi no dia 9 de agosto de 2013 – e tentou matar José Teixeira, pai de Eliabi com um tiro na cabeça.

Na época, Nilson Bragança, tio de Mayli era suspeito de ter participado do crime dando fuga ao irmão. Entretanto, Nilson se apresentou à polícia e ficou preso até o julgamento, onde foi absolvido. Já, Nilton estava foragido e foi preso no dia 12 de dezembro de 2013 pela Polícia Militar, quando andava tranquilamente pelas ruas de Vilhena.

Porém, ainda não se sabe se o assassinato de Nilton tem haver com o homicídio e a tentativa do passado. Todavia, a Polícia Civil – deverá investigar o caso.

Fonte Extra de RO