Interior de RO – Idoso teve vísceras arrancadas e o corpo pode ter sido esquartejado e jogado no rio; Criança presenciou crime

EXPOPIB

No dia 17 de fevereiro do corrente ano foi registrada uma ocorrência policial (28275/2022) informando que a vítima PAULO DA S. A. saiu de casa no último dia 01 de fevereiro e depois disto não se soube mais notícia dele.

Uma criança relatou a familiares que a mãe dela, acompanhada de CLEITON, ADALTON, JOÃO e um outro indivíduo desconhecido mataram a vítima com facadas e pauladas.

Ela deu detalhes da execução e contou ter ouvido a mãe dizer que iriam jogar o corpo dentro de um rio.

Após estas informações chegarem ao conhecimento da autoridade policial a equipe da Homicídios de Ariquemes foi ao endereço da suposta execução acompanhada do Perito Plantonista.

LEIA MAIS

Rondônia: Vídeos de alunas brigando por causa de suposto garoto viraliza na internet

RO – Jovem estudante morre após mais de 30 dias internada

Interior de RO – Trabalhador morrer eletrocutado

“Ele ainda pediu pra Deus perdoar o filho dele”, disse mulher que viu homem sendo morto pelo caçula

Pai surta, mata as três filhas com vários tiros e comete suicídio em uma igreja

Trágico acidente em RO: Motociclista morre após sofrer queda na BR-364

Marido é flagrado com amante na praia pela esposa; veja o vídeo

O local, onde funcionava anteriormente um estabelecimento comercial, estava abandonado e muito sujo, mas ainda assim o Perito coletou algumas amostras de respingo de sangue humano que serão objeto de outros exames periciais.

Restou apurado que a vítima mantinha um relacionamento com a suspeita RENATA e no dia do crime eles haviam brigado.

RENATA também estava mantendo relacionamento com outro homem, identificado como ADAUTO, e naquela noite, após mais uma briga, a vítima teria sido morta dentro do estabelecimento comercial.

Após isto os infratores teriam tirado as vísceras do corpo e o atirado em um rio da região, em local ainda não identificado.

Quando as investigações começaram os suspeitos RENATA, ADAUTO e CLEILSON teriam fugido da cidade e a equipe da DERCV consegui capturar apenas JOÃO VICTOR, o qual estava de posse do aparelho celular que pertencia a PAULO.

JOÃO confessou que RENATA lhe deu aquele aparelho telefônico no dia seguinte ao do homicídio, mas negou ter participado da execução e disse que saiu do local um pouco antes e alguns dias depois ouviu uma conversa de RENATA e ADAUTO que seria sobre a morte de PAULO.

Também confessou que RENATA o orientou a mentir quando questionado sobre PAULO, dizendo que teria visto ele entrar em um carro com destino a Monte Negro, o que jamais aconteceu.

Qualquer informação sobre o paradeiro de RENATA, CLEILSON e ADAUTO, bem como informações que possibilitem a localização do corpo e a identificação do outro indivíduo que participou da execução podem ser repassadas através dos telefones 197 ou (69)3535-3510.

FONTE: ASSESSORIA – PC ARIQUEMES