DOE SANGUE

queimadas


Casal tenta atravessar córrego em carro e morre intoxicado dentro do veículo

Casal, identidades não divulgadas, foi encontrado morto por intoxicação, nessa segunda-feira (07), dentro de um carro no córrego de Guarinos (265 km da Capital), onde as vítimas foram encontradas por populares que passavam pela região.

As testemunhas acharam que o veículo tivesse sido atingido por um raio, mas a hipótese foi descartada pela polícia. Segundo os investigadores, a perícia identificou que o casal tinha sinais de intoxicação e morreu por conta do vazamento de gás do próprio carro, que acabou sufocando os dois.

LEIA MAIS

Ônibus com 40 trabalhadores pega fogo; veja vídeo

RO – Motociclista bate de frente com caminhonete e infelizmente acaba perdendo a vida

Empresário de banda de forró é encontrado morto em fazenda

Em cidade de RO – Incêndio atinge fábrica de reciclagem de pneus

RO – Família continua sem notícias de pedreiro desaparecido a 35 dias em mata

vacina em dia

Executivo de multinacional é flagrado em momento delicado no capô de carro; veja vídeo

Bombeiros resgatam homem que ficou preso a ferragens em acidente de carro na BR-364

O delegado Fábio Mendanha, responsável pela investigação, explicou que o casal tentou atravessar o córrego de carro, que acabou ficando preso. A água entupiu o escapamento e os gases tóxicos começaram a sair e tomar conta do interior do veículo.

Como as janelas do veículo estavam fechadas, os gases se concentraram, fizeram os ocupantes desmaiar e com pouco tempo intoxicou e sufocou as vítimas, que morreram dentro do carro.
A Polícia Técnico-Científica (PTC) esteve no local, realizou os trabalhos de praxe, analisando as condições em que os corpos foram encontrados e o veículo para coletarem evidências que determinem as causas e circunstâncias do acidente.

Em seguida, os cadáveres foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia, que vai determinar a causa clínica das mortes, antes de os corpos serem liberados para os procedimentos fúnebres junto à família.

Os investigadores acompanharam os trabalhos da perícia, coletaram informações preliminares, registraram ocorrência como morte acidental e aguardam laudo técnico para concluir o caso.

fonte g5news

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0