DOE SANGUE

queimadas


BR-364: Batida entre Corolla e Gol deixa seis mortos

Seis pessoas morreram e quatro ficaram gravemente feridas durante uma violenta batida traseira entre um Volkswagen Gol e uma Toyota Corolla na noite desse sábado (12) na BR-364, cerca de 45 km do perímetro urbano de Campo Novo do Parecis (400 km da Capital).

LEIA TAMBÉM

Rondônia – “João mãozinha” morre após ser atropelado na BR 364 e ter a cabeça esmagada por caminhão

Interior de RO – Após ser agredido, jovem vai dormir e morre

RO – Morte de Tatila Portugal completa um ano e STJ nega habeas corpus a cantor acusado pelo crime

Blogueiro morre após ser baleado no velório do ‘Bruxo’ do forró; veja vídeo

FATAL – Cinco homens morrem após carro bater contra carreta na BR-364

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o resgate do Corpo de Bombeiros foram acionados para fazer o socorro das vítimas.

No local, os paramédicos encontraram seis pessoas caídas no meio da rodovia, entre elas um bebê de dois anos, todos já sem vida. Outras quatro ainda estavam nos veículos e foram resgatadas pelos bombeiros em estado grave.

Receberam atendimento de primeiros socorros do Samu e foram encaminhadas ao hospital do município. Ainda não há informações sobre o atual estado de saúde.

vacina em dia

A Polícia Militar (PM) isolou o local e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Ainda não há informações oficiais das circunstâncias do acidente, mas de acordo com as primeiras informações, o Corolla, que tinha 7 ocupantes, teria batido violentamente na traseira do Gol, que era ocupado por três pessoas.

Com o impacto, 5 adultos e o bebê foram arremessados para fora dos veículos e quatro ficaram presas às ferragens dos carros, que saíram da pista e ficaram completamente destruídos à margem da BR.

Os peritos analisaram as condições em que os corpos foram encontrados e todo o perímetro para coletar informações das causas do acidente. Um fato que chamou atenção foi a não identificação de marcas de frenagem no asfalto.

Em seguida, os cadáveres foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por exame de necropsia.

Até a publicação desta reportagem ainda não havia informações sobre a identidade das vítimas.

Os investigadores acompanharam os trabalhos no local, coletaram informações preliminares com a perícia e aguardam laudo técnico com mais informações que darão base à apuração dos fatos.

FONTE REPORTER MT

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0