DOE SANGUE

queimadas


‘Até quando vão deixar essa ponte?’, desabafa avó que perdeu dois netos afogados após caírem de moto em rio

A avó de Luiz Davi Beatriz Oliveira Machado não se conforma com a maneira como perdeu os dois netos nesta semana. Os irmãos e a mãe caíram no rio Preto quando passavam de noite sobre uma ponte de madeira que fica na zona rural de Candeias do Jamari (RO), região metropolitana de Porto Velho.

O pequeno Luiz, que tinha 2 anos, e Beatriz, de 16, acabaram morrendo afogados. A mãe deles pediu ajuda e foi socorrida em estado de choque por moradores que ouviram os gritos dela.

LEIA TAMBÉM

RO – Ultrapassagem mal sucedida resulta em grave acidente na BR-364

Em Família: Hilux capota várias vezes na BR-364 e deixa dois mortos

OUÇA: acompanhada de áudio, foto de adolescente supostamente morto por onças em Rondônia viraliza; polícia diz que é “fake News”

Em entrevista à Rede Amazônica, a avó das crianças, Cleuza Fátima Tavares, contou que o acidente foi causado porque a ponte está em situação precária, inclusive não tem proteção nas laterais e tem madeira solta.

“Eu perdi.. A vida deles não vai voltar, mas aqui dentro [na linha rural] passam crianças pela ponte em ônibus escolares, todos os dias. São mais de cinco ônibus passando por dia. Até quando vão deixar essa ponte?”, desabafou.

A tia dos irmão que morreram afogados nesta semana também está revoltada com a situação da ponte.

“Tanto de moto quanto de carro está super perigoso isso aqui. Uma madeira ruim, que não vai um ano. Troca de novo a madeira, aí acaba de novo. Só o dinheiro público indo para o ralo. Faz uma ponte de concreto, esse é o certo. Todos os escolares passam aqui, então precisa mudar essa ponte urgente”, diz Maria Aparecida Pereira.

vacina em dia

Como foi o acidente?

O acidente que terminou com dois irmãos mortos aconteceu por volta das 20h de terça-feira (31). A mãe levava o filho de dois anos para o hospital, que apresentava fortes sintomas de gripe, quando ao passar pela ponte de madeira perdeu o controle da moto e caiu dentro do rio.

A mulher foi retirada do rio cerca de 1h30 depois. A mãe tinha ferimentos leves e foi internada em estado de choque.

Mãe com os dois filhos que morreram no acidente sobre a ponte do rio Preto — Foto: Rede Amazônica

O corpo de Luiz Davi foi encontrado às 2 horas da madrugada de quarta-feira (1º). Já o corpo de Beatriz foi localizado na quinta-feira (2).

De acordo com o Bombeiro Andrei Ribeiro, o corpo da adolescente de 16 anos estava enroscado em um galho do rio Preto.

“O corpo estava flutuando, sem o capacete, mas enroscada a um galho próximo da margem do rio, perto de uma queda da água”, disse.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Candeias do Jamari, responsável pela ponte de madeira, informou à Rede Amazônica que nos próximos dias deverá ser publicado um decreto onde o governo do estado assumirá a responsabilidade pela manutenção da estrada rural onde houve o acidente.

O prefeito Valter Queiroz também disse que a prefeitura não tem recursos para construir uma ponte de concreto.

“Fica muito caro porquê a ponte é longa. A prefeitura não tem recursos”, contou o prefeito de Candeias do Jamari.

fonte g1 ro

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0