Acusado de roubar mulher que saia da igreja é amarrado em poste e agredido

EXPOPIB

Um homem acusado por populares de roubo foi amarrado em um poste, na manhã deste sábado, no Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. Segundo a polícia, ele atacou uma mulher e tentou puxar sua bolsa quando após ela sair da Igreja São José Operário.

O roubo foi impedido por populares, mas o homem, identificado como Eduardo Santos da Silva, de 34 anos, acabou agredido e depois amarrado ao poste na Rua Breno Guimarães. A Polícia Militar foi em seguida acionada e levou Eduardo para o Hospital Municipal Evandro Freire, já que ele apresentava alguns ferimentos.

O caso foi para a 37ª DP (Ilha), mas encaminhado em seguida para a Central de Garantias Norte (CGNORTE), na Cidade da Polícia, no Jacarezinho. De acordo com a CGNORTE, ele foi autuado em flagrante. A mulher alvo do roubo, que não foi identificada, foi ouvida pela polícia.

Eduardo será encaminhado para uma audiência de custódia na próxima segunda-feira. Questionada, a Polícia Civil não informou se as pessoas que agrediram o homem também foram levadas e ouvidas na delegacia. Já a PM disse que quando chegou ao local ele não estava sendo agredido.

É a segunda vez que o caso acontece em menos de três meses na Ilha do Governador. Em setembro, um homem foi amarrado a um poste e agredido na Estrada do Cacuia, em frente ao supermercado Mundial. Ele também era acusado de roubo contra pedestres com o uso de uma faca.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.