-->




-->



-->
Família diz que FAB suspendeu buscas por avião que sumiu há 23 dias em voo que saiu de Espigão do Oeste para o CE


Os familiares de Joerli Silvares, 34 anos, e Haiub Cordeiro Junior afirmam que a Força Aérea Brasileira (FAB) suspendeu as buscas pelo avião desaparecido há 23 dias, após decolar de Espigão D'Oeste (RO) com destino a Fortaleza (CE). Joerli e Junior, na ocasião, eram as duas únicas pessoas que viajavam na aeronave.

De acordo com a mãe de Joerli, Marli Silvares Teixeira, a FAB teria suspenso as buscas no dia 13 de maio, pois a aeronave usada nas buscas apresentou um problema. O G1 tenta contato com a FAB desde 16 de maio, mas não teve retorno.

“Eles nos disseram que houve um vazamento no motor do avião e pararam as buscas. Mas nós não fomos informados se vão enviar outra aeronave, se vão esperar o conserto. Hoje faz 23 dias que meu filho está desaparecido. Estou desesperada; são duas vidas perdidas e a gente não sabe o que aconteceu e nem o que fazer”, lamenta a mãe.

Marli afirma que o irmão e a esposa de Joerli estão tentando fazer buscas por conta própria, mas, para facilitar a delimitação, a família pediu via judicial a quebra de sigilo telefônico, pois cerca de quatro horas após o avião decolar, Joerli entrou em contato com a esposa e será por meio dessa quebra que os familiares pretendem descobrir onde as vítimas estavam no momento do último contato.


O pedido de quebra de sigilo telefônico foi feito na terça-feira (14), mas até o momento a família não obteve respostas.

“Eu estou perdida, não sei o que fazer e fico correndo de um lado para o outro. É uma dor, uma angústia muito grande. Eu não sei se meu filho está vivo, morto, machucado, com frio, com fome. Só peço a Deus para ter misericórdia e guardar. Nesse momento me sinto impotente, pois não consigo fazer nada sozinha”, diz a mãe, emocionada.

A reportagem tenta contato com FAB desde quinta-feira, por telefone e e-mail, mas o órgão não confirma a suspensão das buscas pelo avião.

Entenda o caso

Joerli Silvares, 34 anos, e Haiub Cordeiro Junior sumiram em 28 de abril, após viajarem em um avião de pequeno porte de Espigão D'Oeste para Fortaleza (CE). Um dos ocupantes da aeronave, Joerli, mora em Espigão. O outro desaparecido e piloto do avião, Haiub Cordeiro Junior, é morador de Fortaleza.

A família do acompanhante contou à Rede Amazônica em 10 de maio que os dois saíram de Rondônia com previsão de abastecer a aeronave na cidade de Redenção, no Pará. A segunda e última parada seria na capital do Ceará..

Ao notarem a falta de contato de Joerli, os parentes resolveram dar início às buscas por conta própria. Alugaram um avião e sobrevoaram a região de Peixoto de Azevedo, localizado no Mato Grosso (MT), local onde a família diz ter sido o último contato feito pelos dois.

Sem notícias, a família acionou a Força Aérea Brasileira (FAB) sobre o caso.



Fonte g1 rondonia


Outros Destaques
-->

-->
Mais Notícias
-->


-->