-->




-->



-->
Ator do SBT revela que foi vítima de golpe ''Boa Noite, Cinderela''


Moreno Nunes, que foi ator em pegadinhas no SBT e fez pontas em séries da Globo, disse que foi vítima do golpe “Boa noite, Cinderela” em uma casa noturna de São Paulo. Ele teve a conta bancária zerada e os objetos pessoais roubados. O caso aconteceu em 21 de janeiro, mas só agora foi revelado. As informações são do site Notícias da TV.

“Fiquei apagado por algumas horas e acordei sem camisa no meio da rua”, revelou Moreno ao site. A informação veio à tona após Moreno reunir provas de que foi dopado. Ele afirma que se sentiu desamparado pelo banco e pela polícia, que não se mobilizaram com o caso.

“Saí de um trabalho de eventos no domingo (20/1), estava de mochila, com carteira, celular e cartão do banco. Eu tinha R$ 3,7 mil em conta, que era pra passar até o Carnaval, porque neste período do ano o trabalho de eventos é muito devagar. Fui para uma balada no Bom Retiro. Deixei a mochila na chapelaria e fui curtir”, conta.

O ator revela que soube o que aconteceu até 1h da manhã. Depois disso, não se lembra de nada. Ele conseguiu entender alguns fatos após conversar com os amigos que estavam no clube com ele. “Meu amigo me disse que fiquei com ele até certo momento e depois fui conversar com um cara no balcão. E essa cara começou a andar comigo. Ele achou estranho eu não ter me despedido e começou a me mandar mensagens, mas nenhuma delas chegava [no celular]”, comentou.

Quando acordou, ele Moreno percebeu que alguma coisa havia acontecido de errado. Estava no centro da cidade, sem camisa, celular, carteira e mochila. Ele voltou para a casa noturna de táxi, com a intenção de encontrar os pertences na chapelaria. Mas estava enganado.

Quando conseguiu chegar em casa, precisou pegar dinheiro emprestado com uma vizinha para pagar a corrida.

Às 10h, foi à sua agência bancária, apresentou seu RG e tentou sacar dinheiro de sua conta. Foi quando descobriu que não tinha mas nenhum centavo.

No extrato aparece que eu paguei a balada por volta das 2h. Às 4h19 começaram os débitos. Só no táxi, foram R$ 1 mil. Aí vieram as máquinas físicas. Depois de cinco minutos, uma nova conta de R$ 950. E foi um débito atrás do outro. O último, por volta de 5h, foi de R$ 2. Esvaziaram tudo”, lamentou.

Apesar de receber o apoio da casa noturna com a disponibilização das imagens de segurança, que permitiram identificar o acusado do golpe, Moreno não contou com a ajuda do banco. “Começaram a fazer piadinhas pelo fato de eu ter ido a uma balada. Deram a entender que eu estava bêbado, e por isso fui assaltado. Mesmo eu tendo todas as provas em mãos, preferiram fazer graça com a minha situação em vez de me ajudar”, desabafou.

“Eu quero o meu dinheiro de volta. E também quero Justiça. Já sabemos a identidade de quem me aplicou o golpe e ele precisa pagar por isso, não pode ficar solto. Ele é um perigo para a sociedade”, alertou o ator, que revelou ter contratado um advogado para ajuda-lo no caso.



Fonte metropoles


Outros Destaques
-->

-->
Mais Notícias
-->


-->